juntando os relatos de tanto tempo num lugar só. colocando eles aos poucos todos aqui. a data que vale é a do título. retalhos de uma cabeça em análise.

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

10/08/2017

No sonho de hoje. Eu fotografava "cores de África" escrito no chão com uns pincéis. Era pra ser a capa da tese. Eneida não gostava. Eu dizia que depois podíamos conversar. Tentava refazer a foto, melhor. Tentava pensar no miolo.

Sobre interpretar: meu inconsciente tá monotemático. Como eu

sexta-feira, 28 de julho de 2017

28/07/2017

No sonho de hoje, eu estava numa cobertura que era onde meu pai morava bom meus irmãos. Era no alto Leblon, e dava pra ver a praia toda. Que estava azul. O segundo andar dela era uma confusão, tendo inclusive uma piscina tone cheia de coisas dentro "meus irmãos nadam no Flamengo", eu disse para Tai, que estava comigo. Nesse segundo andar, também tinha um museu, dava acesso a um, algo assim. E no museu tinha uma criança que tinha desmontado um ventilador que era parte de uma obra cinética. E quando o guarda foi falar, engoliu um pedaço de acrílico para fingir que não era ele. Tai estava indignada.

Interpretar? Quanto trabalho. Mas eu já volto pro azul do mar. Pra Ipanema. Pros amigos

quarta-feira, 26 de julho de 2017

26/07/2017

No sonho de hoje, eu tinha voltado. E Marília e meu irmão iam visitar. E Paulinha prima de Gise me vendia cortinas. E eu tentava lembrar em que ela trabalhava de verdade. Mas isso talvez seja a Nigéria falando. E Fernanda tinha comprado ingresso para uma exposição. 14h40 era o ingresso dela. E eu queria que Marília fosse conosco. Acordei sem saber sequer de quem era a exposição.

Interpretar? É saudade só.

segunda-feira, 12 de junho de 2017

12/06/2017

no sonho de hoje. tinha um diretor de uma peça. tinha um homem bonito. tinha uma história do cara não assumir nada. tinha um cara sendo perseguido. tinha um jornal cheio de ovos podres na porta da casa do cara. tinha um bando de mais enredo que não lembro agora.

interpretar? acho que tenho saudades de casa, só.

terça-feira, 6 de junho de 2017

06/06/2017

no sonho de hoje. o rapaz, que eu tinha esquecido que tinha um crush, mas que parece que ainda existe (talvez por ser parecido com ex marido? não sei). me beijava e a gente estava numa casa de uns amigos. e a gente trepava e ele dizia "achei que você não ia saber o que fazer". e depois eu ia tomar banho e tinha de fechar a porta do box, como em um banheiro público, e eu não conseguia direito, e amarrava minha camisa do fora temer nela. e depois o rapaz aparecia de novo e me abraçava.

interpretação? amigos, tô faz dois meses numa viagem de estudos em que não conheci ninguém nesse sentido. precisa interpretar? é carência mesmo.

quinta-feira, 1 de junho de 2017

01/06/2017

No sonho de hoje. Eu tava numa casa enorme. Meio que um galpão. Acho que com família. Talvez com algum Sense8. Tinha uma festa num dos andares. Eu ia nela. Um cara vinha falar comigo. Eu achava que era cantada. Quando chegava perto, era um amigo da minha mãe e o melhor amigo dele. Pai de famoso da vida. Eu saía dali. Eu ficava menstruada. Tinha algum problema que agora não lembro.

Interpretar? Gostei do seriado, é óbvio. Estou passando perrengue, isso também sei. Estou bem perdida, claro. E talvez vendo internet demais nas horas vagas.

sexta-feira, 26 de maio de 2017

26/05/2017

no sonho de hoje. eu conversava com o wolfgang, do sense8, num bar. em alemão. era só isso, que eu lembre.

interpretar? eu vi sense8 demais. eu não falava alemão desde os 9. mas parece que ainda sobrou algo em algum lugar da minha cabeça.